Dicas para Relaxamento Pós-Treino.

sentada

O relaxamento pós-exercícios é extremamente importante para manter o corpo saudável. A liberação de hormônios durante a atividade física pode causar euforia e o ideal é buscar formas de amenizar essa sensação para conquistar o máximo de bem-estar. Confira algumas técnicas que podem ajudar:

1. Alongamento: quando realizado logo após a atividade, de maneira lenta e contínua, têm a função de relaxar os músculos. Também melhora a flexibilidade, a circulação sanguínea e a postura.

deitada2. Massagem: é ideal para ser realizada nas regiões que permanecem mais tensas. Seja uma automassagem ou feita por outra pessoa, ela tem o poder de evitar e diminuir dores, além de melhorar a oxigenação dos tecidos. Ela pode ser feita manualmente rolando bolinhas terapêuticas sobre a musculatura em pressão suave. Outras opções são massagens com auxílio de cremes ou utilizar uma pedra de gelo diretamente em contato com a pele, fazendo movimentos circulares até ela derreter.

3. Exercícios respiratórios: através de variações da inspiração e expiração, os músculos podem relaxar mais facilmente e as funções fisiológicas voltam ao repouso. Um exemplo de técnica que inclui movimentos com o corpo: elevar os braços e levar a cabeça para trás ao inspirar e abaixar a cabeça e os braços ao expirar.

4. Caminhada: Uma simples caminhada também pode ajudar a diminuir o cansaço. Isso ocorre devido a ação relaxante provocada na musculatura que mantém a circulação sanguínea regulada e favorece a oxigenação dos tecidos.

Fonte: suacorrida.com.br – Canal Medicina do Esporte

Anúncios

Novidades no Studio Personal Center.

treino

O Studio Personal Center está com novidades na sua grade de professores e horários. No último domingo o Professor Douglas Leão fez sua transferência para Florianópolis. Desejamos todo sucesso para ele por lá. Quem assume o comando das atividades no Studio é o Professor Lucas Casagranda, Especialista em Treinamento Funcional. Já as atividades na rua aos sábados ficam sob responsabilidade do Professor Émerson Regert, Especialista em Treinamento Físico ao ar livre e Corrida de Rua. As alterações de horários são simples. O grupo de corrida deixa de ser às terças e quintas à noite e passam para sábado, às 10 horas da manhã, junto com a turma de treino funcional. A Dra. Fisioterapeuta Gabriela Leão segue normalmente com suas aulas e tratamentos estéticos. Em suma, o Studio Personal Center continua bombando!

Exercícios que usem o peso do corpo são ideais para quem está voltando a treinar.

Para todo e qualquer exercício praticado existe uma maneira ideal e aquela que você consegue. Podemos sempre melhorar com a prática, basta ter regularidade. O que faz você se distanciar da maneira ideal é, provavelmente, o seu histórico de atividades físicas e os seus hábitos diários.

apoio-funcional

Se o seu passado de atividade não é longo, digo desde a infância, é certo que você terá mais dificuldades para se adaptar a uma rotina de exercícios. Por isso é tão importante que as crianças sejam envolvidas em atividades esportivas e elas devem durar ao longo da vida. Naturalmente, jovens tendem a interromper a prática por conta dos estudos, o que pode gerar diversos problemas posturais que você só vai perceber mais tarde, na fase adulta.

Se você, por algum motivo, interrompeu sua história de atividades físicas pode a qualquer momento recomeçar desde que aprenda novamente. Esse é um princípio simples como, aprender a andar primeiro para depois correr.

Comece com exercícios da vida cotidiana, também conhecidos como exercícios funcionais. São aqueles que você fazia com a maior naturalidade quando criança, usando apenas o peso do seu próprio corpo. Esses exercícios têm o objetivo de melhorar a qualidade do movimento.

Isso significa usar seu corpo de maneira eficiente, sem sobrecarregar uma articulação em detrimento de outra e usar o centro do corpo (core) como seu ponto de equilíbrio. Por exemplo: agachar, levantar, saltar, subir, descer, lançar um objeto, agarrar, empurrar, puxar, deitar e levantar etc. Antes de adicionar sobrecarga ao seu corpo você deve primeiro se mover com qualidade.

Fonte: Deborah Povoleri – Educadora física pós-graduada na área de fitness e saúde.

Como o estilo de vida dos pais pode influenciar a saúde dos filhos?

A correria do dia a dia, muitas vezes impede que os pais acompanhem a alimentação das crianças de perto. E isso tem feito com que a saúde deles fique prejudicada. É preciso entender que educar, também é oferecer o melhor no quesito saúde e bem-estar.

maeefilho

A ciência comprova que a obesidade começa no início da infância e tem como principal causa os fatores externos, como sedentarismo, comportamento familiar, fatores educacionais, hábitos alimentares e estilo de vida. A probabilidade de uma criança obesa se tornar um adulto obeso é três vezes maior do que uma criança com níveis normais de gordura corporal.

Os cientistas William McArdle e Frank Katch comprovaram que os filhos de pais acima do peso correm um risco, duas a três vezes maior, de terem obesidade quando adultos, em comparação às crianças de famílias nas quais nenhum dos progenitores é morbidamente obeso.

Porém, é importante ressaltar que a obesidade não ocorre apenas por razões genéticas, mas principalmente por causa dos hábitos inadequados da família em termos de alimentação saudável e exercício físico.

Crianças cibernéticas

Estudos recentes demonstram que pela primeira vez na história da humanidade as futuras gerações terão uma menor expectativa de vida e isso se dá devido ao sedentarismo.

Quem aí já brincou na rua? Queimada, bete, bicicleta, skate, pula corda, enfim, são muitas brincadeiras que hoje não fazem mais parte do dia a dia das crianças. Atualmente os pequenos estão sendo levados ao não movimento, ou seja, são incentivadas a ficarem sentadas com um tablet nas mãos.

“A criança precisa se movimentar, liberar a energia acumulada. Se o seu filho já acorda com sono, irritado e tem comportamento muitas vezes agressivo e está acima do peso, deve estar faltando na rotina diária exercícios recreativos.”

A criança tem necessidade de correr, brincar, faz parte do desenvolvimento dela. Agora, se ele passa o dia na escola e quando chega em casa senta para jogar videogame ou fica na frente do computador e, para piorar, não tem uma alimentação saudável, talvez esteja na hora de rever esses hábitos.

Fonte: por Sabrina Mundim – Blog Na Medida

O importante é não ficar parado.

IMG_6062

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o sedentarismo é responsável pela morte de 5,3 milhões de pessoas no mundo anualmente. No Brasil, segundo pesquisa feita pelo Ministério do Esporte em 2015, 41,2% dos homens e 50,4% mulheres são sedentários. Nesse cenário a prática regular de atividade física surge como uma importante aliada da busca por uma vida mais saudável, promovendo bem-estar, fortalecendo o organismo e prevenindo diversas doenças. As formas de exercitar o corpo são muitas: ao ar livre, em academias, sozinho, em grupo ou com o suporte de profissionais. O importante é não ficar parado.

Fonte/Autor: Rojas Comunicação

Entenda por que aquecer antes do exercício físico é ainda mais importante no frio.

aquecimento

O frio já chegou em algumas partes do Brasil e, nesse clima, o aquecimento antes do exercício físico é muito importante. Aprenda como aquecer o corpo e a se proteger dos problemas que o inverno pode trazer.

Entenda que alongamento não é aquecimento.
O primeiro passo para fazer um bom aquecimento é entender com mais detalhes o que essa palavra significa. Confundir aquecimento com alongamento é um engano frequente. O aquecimento é uma atividade que aumente a frequência cardiorrespiratória e que leve mais sangue para os músculos, ou seja, que faça o coração bater mais rápido, a respiração ficar mais ofegante e que prepare os músculos para uma atividade mais intensa. Alongamentos não tem essa função e, embora possam ser incluídos, não representam um aquecimento propriamente dito.

Como fazer?
A ideia é ir preparando o corpo gradativamente antes da atividade física para que não haja um estímulo intenso muito brusco ao corpo ainda “frio”. Então, qualquer movimento de intensidade moderada, que cumpra a tarefa de acelerar o coração, pulmão e levar sangue para os músculos, será válido. Alguns exemplos são:
-> Caminhada rápida
-> Trote leve
-> Educativos de corrida
-> Exercícios funcionais leves
-> Pequenos saltos, com variação de altura e velocidade

Por quanto tempo?
A resposta para essa pergunta pode variar devido às características pessoais de cada um e a intensidade dos exercícios. O objetivo é fazer o aquecimento até sentir que a respiração e a frequência cardíaca estão mais altas do que no repouso e que as pernas estão mais quentes. Uma sugestão é um aquecimento de pelo menos 10 minutos.
O aquecimento é importante em qualquer época do ano, tanto para corredores novatos como para experientes. No inverno, dedique-se ainda mais a essa etapa e bons treinos.

Fonte: Portal Eu Atleta

Inscrições para a 33ª Maratona Internacional de Porto Alegre.

maratona33poa

A 33ª Maratona Internacional de Porto Alegre será disputada em 12 de junho, com largada e chegada na Avenida Augusto de Carvalho, junto ao Parque Maurício Sirotsky Sobrinho. A tradicional prova de rua está com inscrições no valor de R$100,00 até dia 19 de maio.

Inscrevendo-se com o Studio Personal Center o participante recebe toda assessoria antes, durante e depois da prova. Desde a realização da inscrição e retirada de kit da prova, até alongamento e hidratação.

Data: 12 de Junho de 2016
Local de largada e chegada: Av. Augusto de Carvalho – Junto ao Parque da Harmonia
Modalidades:
– Maratona Individual (42,195 km)
– Meia Maratona Individual (21 km)
– Corrida Individual de 10km
– Corrida Individual de 5km
– Corrida Individual de 3km

Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS

Entenda porque a corrida é uma boa opção para relaxar e evitar depressão.

Running woman in park

Além de auxiliar na perda de peso, a atividade aeróbica não turbina apenas seu corpo, como também pode funcionar como um poderoso antidepressivo. Isso acontece porque, durante a corrida, o corpo libera substâncias químicas, como a endorfina, serotonina e dopamina, por exemplo, que agem no sistema nervoso central, garantindo sensação de prazer e relaxamento.

É sabido ainda que o estresse crônico pode levar à eliminação e atrofia de neurônios, condição diretamente ligada à depressão. Por isso, a corrida, que ajuda a aliviar as tensões, pode combater o problema.

O que mostram os estudos

A explicação para o fenômeno é que a atividade física também aumenta o ritmo cardíaco e a circulação sanguínea no cérebro que passa a receber maior quantidade de estimulantes da produção de novas células.

Segundo um estudo da Universidade Southwestern, no Texas, praticar corrida três vezes por semana pode ser tão eficaz quanto o uso de antidepressivos. A pesquisa mostrou que pessoas que praticaram corrida durante 30 minutos em três a cinco dias por semana tiveram, após 3 meses, redução de 47% de seus sintomas depressivos.

Para Drauzio Varella, médico e maratonista com mais de 50 anos de idade, correr não apenas é ótimo para saúde fisicamente, mas também do ponto de vista psicológico. “Sou muito agitado e ansioso, quero fazer tudo logo e, quando fico uns dias sem treinar, pioro. A corrida é um antidepressivo poderoso. O corpo libera substâncias químicas que agem no sistema nervoso central e, além do prazer, provocam aquele relaxamento típico do exercício. Você toma um banho e sai com a sensação de que é capaz de resolver qualquer problema. Dá uma autoconfiança muito grande”.

Fonte: Bolsa de Mulher – Saúde. Foto retirada da internet.

Especialistas avisam: alimentação é aliada da corrida na hora de perder medidas.

perder barriga

Existem corredores que até conseguem manter uma rotina regular de treinos mas não conseguem perder aquela barriguinha por causa de maus hábitos alimentares. E na alimentação, a regra de ouro para detonar calorias é fazer várias pequenas refeições ao longo do dia. Se você fica muito tempo sem comer, o corpo passa a trabalhar mais devagar e gasta menos energia para desempenhar as mesmas funções. Por isso, além das refeições principais, faça lanches saudáveis para manter o organismo trabalhando. Confira algumas dicas que podem ajudá-lo a reduzir medidas.

Encolha as porções: reduzir algumas garfadas de cada uma de suas refeições e lanches pode fazer uma grande diferença – isso pode chegar a 500 calorias por dia, em alguns casos, ou o suficiente para emagrecer 500g por semana. Entretanto, atenção redobrada na hora de diminuir as porções depois de uma corrida especialmente dura ou longa.

Coma devagar: é comum corredores devorarem as suas refeições pós-treino mais rápido que a capacidade do cérebro de processar os sinais de saciedade emitidos pelo estômago. Assim, é possível que você coma mais do que realmente necessita. Pratique comer de forma consciente ao recarregar as energias depois da corrida.

Iniciantes precisam de suplementação?: para iniciantes, no geral, a alimentação equilibrada já é suficiente para alcançar resultados visíveis. A exceção fica para os casos de indicação nutricional ou médica. Algumas pessoas podem ter deficiência de alguma vitamina ou nutriente. Aí sim, vale o complemento extra.

Fonte: Eu Atleta (foto retirada da internet).