Mexa-se! Faz bem.

mexa_se

No momento em que há cada vez mais pessoas aderindo à moda do fitness, do running e do hict, são muitos os estudos científicos que avaliam os prós e os contras da atividade física e de determinadas modalidades.

Embora a prática de exercício físico peça sempre uma avaliação médica prévia, a verdade é que são muitos os aspectos positivos relacionados com a atividade. Para quem procura motivação, vibrações positivas e bom humor, por exemplo, nada como calçar o tênis e sair pela rua, como realça um estudo feito pelos investigadores Emily E. Bernstein e Richard J. McNally e que coloca as atividades cardiovasculares e aeróbicas no centro das atenções quando o estado de espírito é tema.

No caso das mulheres, a corrida pode ser ainda uma forma de aliviar as dores menstruais, mas a nível geral é um verdadeiro antídoto anti doenças. Obesidade, diabetes, pré-diabetes, doenças cardiovasculares e ansiedade são apenas algumas das condições que podem ser prevenidas com o exercício físico, como destaca o site Bustle. E quanto mais cedo se começar a exercitar, melhor.

O exercício físico – em particular a corrida – é também um método eficaz de reduzir e evitar o estresse de manter o cérebro jovem e perspicaz.

Fonte: Notícias ao Minuto.

Anúncios

Circuito da Longevidade 2016

circuitodalongevidade

No dia 1º de maio acontecem a corrida e a caminhada pelo Circuito da Longevidade em Porto Alegre. O Studio Personal Center convida alunos e amigos para o evento. Abaixo as informações sobre a etapa de POA.

Informações sobre a Etapa:

Local: Parque Marinha do Brasil – próximo a Pista de skate
Data: 01/05/2016
Período de Inscrição: De 11/04/2016 até 27/04/2016

Entrega de Kit: sábado, 30/04/2016 das 09:00 às 17:00 horas
Local de entrega dos Kits: Parque Marinha do Brasil – Na Arena do Evento

Distâncias e horários:

Corrida: 6km
Largada: 08h00

Caminhada: 3km
Largada: 09h15

Mais informações no site oficial: http://www.circuitodalongevidade.com.br

Entenda porque a corrida é uma boa opção para relaxar e evitar depressão.

Running woman in park

Além de auxiliar na perda de peso, a atividade aeróbica não turbina apenas seu corpo, como também pode funcionar como um poderoso antidepressivo. Isso acontece porque, durante a corrida, o corpo libera substâncias químicas, como a endorfina, serotonina e dopamina, por exemplo, que agem no sistema nervoso central, garantindo sensação de prazer e relaxamento.

É sabido ainda que o estresse crônico pode levar à eliminação e atrofia de neurônios, condição diretamente ligada à depressão. Por isso, a corrida, que ajuda a aliviar as tensões, pode combater o problema.

O que mostram os estudos

A explicação para o fenômeno é que a atividade física também aumenta o ritmo cardíaco e a circulação sanguínea no cérebro que passa a receber maior quantidade de estimulantes da produção de novas células.

Segundo um estudo da Universidade Southwestern, no Texas, praticar corrida três vezes por semana pode ser tão eficaz quanto o uso de antidepressivos. A pesquisa mostrou que pessoas que praticaram corrida durante 30 minutos em três a cinco dias por semana tiveram, após 3 meses, redução de 47% de seus sintomas depressivos.

Para Drauzio Varella, médico e maratonista com mais de 50 anos de idade, correr não apenas é ótimo para saúde fisicamente, mas também do ponto de vista psicológico. “Sou muito agitado e ansioso, quero fazer tudo logo e, quando fico uns dias sem treinar, pioro. A corrida é um antidepressivo poderoso. O corpo libera substâncias químicas que agem no sistema nervoso central e, além do prazer, provocam aquele relaxamento típico do exercício. Você toma um banho e sai com a sensação de que é capaz de resolver qualquer problema. Dá uma autoconfiança muito grande”.

Fonte: Bolsa de Mulher – Saúde. Foto retirada da internet.

Os benefícios da prática de atividade física para a saúde.

atividadefisicasaude

O Diagnóstico Nacional do Esporte, pesquisa encomendada pelo Ministério do Esporte em 2015, revela dados preocupantes. Quase metade da população entre 14 e 75 anos, cerca de 67 milhões de pessoas (45,9%), não pratica nenhum tipo de atividade física.

Movimentar o corpo é fundamental para o corpo e para a mente. Além de prevenir doenças, principalmente ligadas ao excesso de peso, como a hipertensão e a diabetes, o exercício regular desencadeia uma série de adaptações fisiológicas, psíquicas e sociais que proporcionam efeitos benéficos a saúde.

Fonte-Diagnóstico-Nacional-do-Esporte

Fonte: Diagnóstico Nacional do Esporte

Especialistas avisam: alimentação é aliada da corrida na hora de perder medidas.

perder barriga

Existem corredores que até conseguem manter uma rotina regular de treinos mas não conseguem perder aquela barriguinha por causa de maus hábitos alimentares. E na alimentação, a regra de ouro para detonar calorias é fazer várias pequenas refeições ao longo do dia. Se você fica muito tempo sem comer, o corpo passa a trabalhar mais devagar e gasta menos energia para desempenhar as mesmas funções. Por isso, além das refeições principais, faça lanches saudáveis para manter o organismo trabalhando. Confira algumas dicas que podem ajudá-lo a reduzir medidas.

Encolha as porções: reduzir algumas garfadas de cada uma de suas refeições e lanches pode fazer uma grande diferença – isso pode chegar a 500 calorias por dia, em alguns casos, ou o suficiente para emagrecer 500g por semana. Entretanto, atenção redobrada na hora de diminuir as porções depois de uma corrida especialmente dura ou longa.

Coma devagar: é comum corredores devorarem as suas refeições pós-treino mais rápido que a capacidade do cérebro de processar os sinais de saciedade emitidos pelo estômago. Assim, é possível que você coma mais do que realmente necessita. Pratique comer de forma consciente ao recarregar as energias depois da corrida.

Iniciantes precisam de suplementação?: para iniciantes, no geral, a alimentação equilibrada já é suficiente para alcançar resultados visíveis. A exceção fica para os casos de indicação nutricional ou médica. Algumas pessoas podem ter deficiência de alguma vitamina ou nutriente. Aí sim, vale o complemento extra.

Fonte: Eu Atleta (foto retirada da internet).