Corridas e caminhadas de rua são tradicionais no verão.

caminhando

A tradicional corrida de rua é uma boa alternativa de esporte para o verão. A atividade pode ser realizada nas ruas, nos parques ou até mesmo na praia. Por ser ao ar livre costuma atrair as pessoas que não gostam de treinar em ambientes fechados. É comum, também, que duplas ou grupos de amigos se exercitem juntos.

Alguns praticantes optaram pela modalidade para quebrar a monotonia dos aparelhos da academia. Além disso, não é preciso ter o domínio de uma técnica para aderir ao exercício físico. Porém, assim como deve ser feito antes de praticar qualquer atividade física, é importante buscar orientação profissional, principalmente aqueles com algum problema de saúde.

A “Canelite”: Inimigo n° 1 das Corridas e Caminhadas.

corridinha

Praticar caminhadas e corridas traz prazer ao corpo, aumenta a autoestima, ajuda no emagrecimento, é extremamente importante para a saúde, melhora o condicionamento físico e aumenta os níveis de energia.

Mas, ao iniciar qualquer exercício físico deve-se ter cautela, de início buscar uma avaliação médica, para saber qual tipo de exercício é permitido realizar.

Não queira emagrecer no primeiro dia de treinamento, praticando exercícios pesados no primeiro dia de treino, deve-se ir aumentando gradativamente conforme o organismo pede. Caminhar e correr exige algumas situações: a roupa correta, alongamentos antes e após a caminhada e corrida e aquecimento antes da corrida. Uma caminhada errada pode trazer transtornos e lesões aos membros inferiores.

caneliteUma lesão muito frequente e pouco conhecida é a síndrome do estresse tibial ou periostite medial da tíbia, conhecida popularmente como “canelite”, que acomete principalmente esportistas iniciantes. A inflamação acomete principalmente o periósteo; tecido que envolve o principal osso da parte anterior da perna; a tíbia, mas pode expandir para ossos e músculos, em alguns casos até fratura da tíbia.

Essa inflamação é causada também devido aos erros de treinamentos, pessoas destreinadas, sedentárias, que iniciam os exercícios físicos exagerando na quantidade e intensidade; principalmente aos corredores, pela falta de preparo dos músculos para corrida, calçados inadequados, aumento súbito das atividades físicas, estar acima do peso, pronação dos pés, assimetria dos membros inferiores e até fatores genéticos.

Sintomas

Dor intensa durante os treinamentos, edema local, dor à palpação, se for na fase avançada a dor persiste também em repouso. Em alguns casos a canelite pode evoluir para fratura.

O diagnóstico é feito através de ressonância magnética, RX e cintilografia.

Dicas de tratamento

  • Procurar um serviço de saúde, logo que iniciar a dor, para obter o diagnóstico correto;
  • Detectado a canelite, manter repouso, por 2 ou 3 semanas;
  • Diminuir a intensidade dos exercícios físicos, conforme orientação do treinador e/ou médico.
  • Realizar compressas com gelo, diariamente;
  • Tratamento com anti-inflamatórios, somente com “prescrição médica”.

Fonte: Blasting News

Conheça o Top 5 das tendências fitness para 2016.

kettlebell

Todo ano, novas opções de exercícios físicos prometem mudar sua vida e deixar seu corpo exatamente do jeito que você esperava. Às vezes, isso acontece mesmo, outras você continua tentando, procurando outras opções ou ideias para complementar o que já faz. Então, fica a pergunta: o que tentar em 2016?

Para ajudar nessa dúvida, o American College of Sports Medicine (ACSM) divulgou o seu relatório anual de tendências fitness. A pesquisa, que tem como objetivo apresentar opções que têm se popularizado, listou 40 possibilidades (sim! 40!) identificadas por profissionais da área em todo mundo, entre exercícios, tecnologias e tipos de treino. Ou seja, dessa vez ninguém tem desculpa para ficar parado.

Top 5 tendências fitness para 2016

Wearables

O primeiro lugar ficou com a inovação: os wearables são “tecnologias para vestir”, incluindo pulseiras fitness, relógios inteligentes como o Apple Watch, monitores de batimento cardíaco e GPS. Esses dispositivos tecnológicos servem para auxiliar na hora de se exercitar, dando informações desde calorias gastas, pressão sanguínea e nível dos batimentos cardíacos, passando pela quantidade de água que você precisa beber e qualidade do sono.

Treino com o peso corporal

O body weight training é feito utilizando o mínimo de equipamento possível, usando o peso do corpo para equilibrar as atividades. Apesar de também ser oferecido por academias, uma das grandes vantagens (e motivos da popularização) desse treino é sua acessibilidade, podendo ser feito em casa.

Treino Intervalado de Alta Intensidade

Concentrar curtas sessão de atividades seguidos por períodos de descanso: essa é a ideia do HIIT (high intensity interval training). O treino é ideal para quem não tem muito tempo porque os exercícios normalmente duram até 30 minutos. Só não é muito indicado para iniciantes, pois as sessões, apesar da curta duração, são bastante intensas.

Treino de força

Treino de força ou musculação é um clássico que nunca sai das listas de preferências. Essa escolha popular, que abrange todos os sexos e idades, é indicada junto com exercícios aeróbicos e treinos de flexibilidade.

Profissionais habilitados

Cada vez mais, as pessoas tendem a procurar profissionais de educação física especializados em programas de exercícios. No Brasil, já é exigida formação superior para trabalhar na área, mas a tendência é buscar treinadores cada vez mais especializados em determinados treinos.

Fonte: Revista Donna

Em 2016 eu vou: 1)Praticar Exercícios

IMG_1024

Ano novo, lista nova. É de praxe listarmos as metas para o ano que se inicia. Estamos na segunda semana de 2016 e começando a pôr em prática tudo o que foi planejado. A técnica parece simples: manter o que foi bom, melhorar naquilo que não demos a devida importância e incluir novidades. Cada um com seus objetivos e cada lista com suas particularidades. Ainda assim, alguns itens devem fazer parte das metas de todos. Entre eles, um se destaca: praticar exercícios. Se você já possui o hábito de praticar alguma atividade física, mantenha e, se possível, amplie. Se este não for o seu caso, pode incluir na sua lista de metas para o ano: praticar exercícios físicos. Claro que você não precisa se tornar um atleta de competições. Mas para o bem da sua saúde, mexer o corpo com regularidade é fundamental.