Exercícios que usem o peso do corpo são ideais para quem está voltando a treinar.

Para todo e qualquer exercício praticado existe uma maneira ideal e aquela que você consegue. Podemos sempre melhorar com a prática, basta ter regularidade. O que faz você se distanciar da maneira ideal é, provavelmente, o seu histórico de atividades físicas e os seus hábitos diários.

apoio-funcional

Se o seu passado de atividade não é longo, digo desde a infância, é certo que você terá mais dificuldades para se adaptar a uma rotina de exercícios. Por isso é tão importante que as crianças sejam envolvidas em atividades esportivas e elas devem durar ao longo da vida. Naturalmente, jovens tendem a interromper a prática por conta dos estudos, o que pode gerar diversos problemas posturais que você só vai perceber mais tarde, na fase adulta.

Se você, por algum motivo, interrompeu sua história de atividades físicas pode a qualquer momento recomeçar desde que aprenda novamente. Esse é um princípio simples como, aprender a andar primeiro para depois correr.

Comece com exercícios da vida cotidiana, também conhecidos como exercícios funcionais. São aqueles que você fazia com a maior naturalidade quando criança, usando apenas o peso do seu próprio corpo. Esses exercícios têm o objetivo de melhorar a qualidade do movimento.

Isso significa usar seu corpo de maneira eficiente, sem sobrecarregar uma articulação em detrimento de outra e usar o centro do corpo (core) como seu ponto de equilíbrio. Por exemplo: agachar, levantar, saltar, subir, descer, lançar um objeto, agarrar, empurrar, puxar, deitar e levantar etc. Antes de adicionar sobrecarga ao seu corpo você deve primeiro se mover com qualidade.

Fonte: Deborah Povoleri – Educadora física pós-graduada na área de fitness e saúde.

Anúncios

Como o estilo de vida dos pais pode influenciar a saúde dos filhos?

A correria do dia a dia, muitas vezes impede que os pais acompanhem a alimentação das crianças de perto. E isso tem feito com que a saúde deles fique prejudicada. É preciso entender que educar, também é oferecer o melhor no quesito saúde e bem-estar.

maeefilho

A ciência comprova que a obesidade começa no início da infância e tem como principal causa os fatores externos, como sedentarismo, comportamento familiar, fatores educacionais, hábitos alimentares e estilo de vida. A probabilidade de uma criança obesa se tornar um adulto obeso é três vezes maior do que uma criança com níveis normais de gordura corporal.

Os cientistas William McArdle e Frank Katch comprovaram que os filhos de pais acima do peso correm um risco, duas a três vezes maior, de terem obesidade quando adultos, em comparação às crianças de famílias nas quais nenhum dos progenitores é morbidamente obeso.

Porém, é importante ressaltar que a obesidade não ocorre apenas por razões genéticas, mas principalmente por causa dos hábitos inadequados da família em termos de alimentação saudável e exercício físico.

Crianças cibernéticas

Estudos recentes demonstram que pela primeira vez na história da humanidade as futuras gerações terão uma menor expectativa de vida e isso se dá devido ao sedentarismo.

Quem aí já brincou na rua? Queimada, bete, bicicleta, skate, pula corda, enfim, são muitas brincadeiras que hoje não fazem mais parte do dia a dia das crianças. Atualmente os pequenos estão sendo levados ao não movimento, ou seja, são incentivadas a ficarem sentadas com um tablet nas mãos.

“A criança precisa se movimentar, liberar a energia acumulada. Se o seu filho já acorda com sono, irritado e tem comportamento muitas vezes agressivo e está acima do peso, deve estar faltando na rotina diária exercícios recreativos.”

A criança tem necessidade de correr, brincar, faz parte do desenvolvimento dela. Agora, se ele passa o dia na escola e quando chega em casa senta para jogar videogame ou fica na frente do computador e, para piorar, não tem uma alimentação saudável, talvez esteja na hora de rever esses hábitos.

Fonte: por Sabrina Mundim – Blog Na Medida

O importante é não ficar parado.

IMG_6062

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o sedentarismo é responsável pela morte de 5,3 milhões de pessoas no mundo anualmente. No Brasil, segundo pesquisa feita pelo Ministério do Esporte em 2015, 41,2% dos homens e 50,4% mulheres são sedentários. Nesse cenário a prática regular de atividade física surge como uma importante aliada da busca por uma vida mais saudável, promovendo bem-estar, fortalecendo o organismo e prevenindo diversas doenças. As formas de exercitar o corpo são muitas: ao ar livre, em academias, sozinho, em grupo ou com o suporte de profissionais. O importante é não ficar parado.

Fonte/Autor: Rojas Comunicação

Alunos do grupo de corrida Personal Running tem inscrição gratuita no POA Night Run.

TURMA STUDIO

Está marcada para dia 12 de março a tradicional corrida noturna de Porto Alegre, o POA NIGHT RUN. Como de costume, o Studio Personal Center marcará presença com seu grupo de corrida. Desta vez, porém, com um diferencial para os alunos: pagando a mensalidade de março, o aluno ganha a inscrição para o evento (caso tenha interesse). Ou seja, mensalistas do grupo de corrida PERSONAL RUNNING pode se inscrever gratuitamente no POA NIGHT RUN.

O que é o PERSONAL RUNNING?

É o projeto de corrida e caminhada do Professor Douglas Leão, sócio do Studio Personal Center.
As aulas acontecem terças e quintas, às 19:30h, no Anfiteatro Pôr do sol. Há possibilidades de aulas aos sábados também, quando combinado com os alunos.
Valor da Mensalidade: R$130,00

O que é o POA NIGHT RUN?

É o evento de corrida noturna pelas ruas da cidade de Porto Alegre. Promovido pela Cyrela Goldsztein, o POA NIGHT RUN alia esporte, entretenimento, saúde e bem-estar. Muita música, projeções de luz e vídeo durante o percurso.

Data da Prova: 12 de Março de 2016
Local: Anfiteatro Pôr do Sol
Percursos: 3km, 5km e 10km
Categorias: Masculina e Feminina
Horário da corrida: 20h
Valor da Inscrição: R$99,00 (gratuito para alunos PERSONAL RUNNING).

Mais informações em http://www.poanightrun.com.br/2016/