Atividade física na meia idade.

image

A atividade física na meia idade pode diminuir o risco de derrame após os 65 anos, de acordo com uma nova pesquisa. Pesquisadores mostraram que de 20.000 adultos perto dos 50 anos, aqueles mais ativos tinham 37% menos risco de ter um derrame após os 65 anos, do que aqueles menos ativos. O efeito protetor da atividade permaneceu mesmo após os pesquisadores levarem em conta os fatores de risco para o derrame, como hipertensão, diabetes tipo 2 e fibrilação atrial.

Incorporar o exercício e atividade física regular na rotina é importante para melhorar o condicionamento físico e diminuir o risco de derrame e outras doenças cardiovasculares no envelhecimento. A Associação Cardíaca Americana recomenda pelo menos 150 minutos de exercício moderado na semana ou 75 minutos de exercício intenso na semana. A rotina de exercícios deve incluir tanto exercícios aeróbios como de força.

A maioria dos derrames ocorre quando um coágulo sanguíneo bloqueia um vaso sanguíneo no cérebro, cortando o sangue e oxigênio. Isso faz com que as células cerebrais morram e pode deixar sequelas permanentes. Os pesquisadores especulam que o exercício pode ajudar a prevenir o derrame mantendo os vasos sanguíneos saudáveis e diminuindo a inflamação que pode afetar sua função. Embora seja ideal praticar atividades físicas desde o começo da vida, começar a treinar mais tardiamente ainda é benéfico.

Fonte: portaldoholanda.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s