Estudo científico consagra atividade física como mais uma ferramenta no combate ao câncer.

Pesquisadores publicaram essa semana na renomada revista JAMA um estudo em que coletaram dados de mais 12 estudos anteriores e incluiu 1,44 milhões de indivíduos, sendo que um deles foi iniciado em 1982. É a maior análise realizada até hoje sobre o exercício e o câncer.

post2

Os voluntários foram questionados sobre o quanto de atividade física estavam envolvidos durante o último ano. Metade se exercitaram em uma quantidade igual ou maior que 150 minutos por semana e a outra metade menos. A saúde deles foi monitorada durante 7 a 28 anos.

Os resultados indicaram que os indivíduos que mais se exercitaram apresentaram um percentual menor de diversos tipos de câncer como o esofágico, fígado, pulmão, cólon, mama entre outros. Foi relatada uma diminuição de risco de desenvolvimento de câncer de 7% para os indivíduos que praticavam atividade física regularmente. Não foi encontrada uma associação com alguns tumores como de ovário, pancreático e cérebro.

Os pesquisadores pontuam alguns aspectos que podem atuar nessa proteção:

• Equilíbrio de hormônios que favorecem o desenvolvimento de alguns tipos de tumores como o estrógeno no câncer de mama por exemplo.
• Controle de fatores pró-inflamatórios que poderiam estimular um processo inflamatório crônico que favorece o desenvolvimento tumoral.
• Regula a insulina, evitando assim sua resistência que está associada com diversas condições clínicas não benéficas.

Além disso podemos ressaltar que a atividade física favorece a diversidade do micro bioma, fortalecendo o sistema imunológico, fator essencial para otimizar os fatores de proteção contra o desenvolvimento de câncer.

Esse estudo é mais uma comprovação de que para se ter qualidade de vida e prevenir doenças a atividade física é fundamental e deve ser praticada com constância.

Referência:
Steven C. Moore et al., Association of Leisure-Time Physical Activity With Risk of 26 Types of Cancer in 1.44 Million Adults. JAMA Intern Med. Published online May 16, 2016. doi:10.1001/jamainternmed.2016.1548

Fonte: Eu Atleta – Globo Esporte

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s